REVELANDO ABERTAMENTE


YEHOSHU’ HAMASHIACH; É O PROFETA LEGISLADOR ANUNCIADO POR MOSHÊH; DESCRITO EM: DEUT. 18:15-19.
ELE; PROMULGOU O PERGAMINHO OU NOVA ALIANÇA; ASSIM COMO MOSHÊH; PROMULGOU A TORAH.
QUEM NÃO ACEITAR O PERGAMINHO (SALMO 40:8) SERÁ EXCLUÍDO DE ENTRE O POVO DE Y’HWH!

Anúncios

FESTA JUNINA


NO DIA 20 DE YÚNHO OU JUNHO DO ANO DE 325,NO CONCÍLIO DE NICÉIA; O IMPERADOR FLÁVIO VALÉRIUN CONSTANTINO CLÓRO; DECLAROU FUNDADA A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, E O CREDO DA TRINDADE. LOGO,ESTES FESTEJOS, SÃO NAVERDADE, OS REGOZIJOS PELA NOVA IGREJA, QUE ERA FUNDADA;HOJE A COMEMORAÇÃO, É APENAS O ANIVERSÁRIO DA REFERIDA, DISFARÇADAMENTE  NO NOME DE UM TAL JOÃO,QUE NADA TEM COM O APÓSTOLO Y’OCHANAN O PROFETA YEHUDIN.

BÍBLIA CRISTÃ


QUE O O NOME: YESUS – IESVS – IESOOS ou JESUS;É A BESTA, ESTÁ DENUNCIADO; AGORA O UNIVERSO É DESAFIADO A PROVAR EM CONTRÁRIO.
 VALE LEMBRAR,QUE A VULGATA LATINA É UMA FARSA; JÁ DIZIA O SEU CRIADOR EUSÉBIO HYERÔNIMO. Considerando que, o anjo Gabryiel visitou a princesa Myriam;da qual nasceu o messias,no ano 36 do reinado de Herod;tornando este ano o marco de uma NOVA ERA; considerando que, o frances Pierre de Lá Ramée; inventou a consoante de "som J" no século XVI,desta nova era; como pois a BÍBLIA CRISTÃ diz que o anjo Gabryiel pronunciou para Myriam o nome JESUS? AINDA DIZEM QUE A TAL BÍBLIA;É SAGRADA;IMAGINEM!(Vá mentir assim nos quintos do inferno!)  
http://www.bispo.simpliciodasilva.nom.br   http://www.yehoshuamessias.com

AVERDADE PARA QUEM AMA A VERDADE


                            

A Torá Sagrada ou Torah de Mosheh; ainda que revelada aos
homens na terra, só quando os filhos de Ysrael saíram do Egito, e chegaram ao
Monte Tsinay; (era a primeira Pentecoste); revela a história da criação. A Torá
nos ensina que YHWH (YOD+HÊ+WAW+HÊ; que se pronuncia: Yerrôh; e se traduz:
Homem Espírito), falando em língua Hebraica, disse: Hayeta or, ou seja, Haja Luz;
e, que Ele, do lodo do chão, fez o homem a quem chamou de Adom o qual gerou
dois filhos, e estes, apresentaram sobre altar suas oferendas ao Criador dos
céus e da terra. Desta forma, surgiu um culto que dado o uso passou a ser
religião; que ganhou força na geração de
Shit (Sete); e Hanoch (Enoque), foi tão devoto que Yerrôh o Deus
Altíssimo o tomou para que Hanoch não provasse da morte.Após o dilúvio, surgiu o primeiro ídolo; foi Nimrode um
poderoso caçador que liderou a construção da torre de Bavel (Babel ou
Babilônia) atraindo para si obediência e adoração e sua caricatura acompanhava
a elevação da torre.A história nos revela que nas civilizações, a religião caracterizava-se
na veneração aos muitos deuses; ou seja, no politeísmo.

O Egito, terra de Kim ou Cam, um dos filhos de Noach (Noé); é
uma das nações mais antigas; o seu povo adorava o boi ápis, o gato,Amen ou On; e
o crocodilo;vale lembrar, que Amen é também Zeus;assim como júpiter – dos
romanos etc. também adoravam uma trindade: Osíris, Ísis e Hórus. Os Hindus,
povo localizado na Ásia entre os Rios Indo e Ganges. Eles praticavam o
bramanismo; (aliás, foi a primeira religião da Índia) acreditavam também numa
trindade:Brama,como criador;Siva,como destruidor e Vishnu,como conservador.

Depois da Acrópole de Atenas, foi o santuário de Delfos um
dos mais destacáveis; nele estava o pedestal ex-voto de Plateia; sobre o
pedestal, levantava-se uma trípode de três serpentes entrelaçadas, que sustentavam
um vaso de ouro o qual foi roubado pelos Fócios. Quanto à trindade, Constantino
levou para a sua capital.                                                      

Sendo Aminotepe II, o Faraó, nasceu na terra do Egito Mosheh;
este, aos quarenta anos, estando em Midian, recebeu, a olho nu, a visão da
sarça que ardia, porém não se queimava; e ouviu a voz do Todo poderoso o Deus
de Abhamom, de Ytsaach, e de Ya’acov, que lhes declarou o seu santo Nome: YEHWH,
e por intermédio de Mosheh, tirou aos filhos de Ysrael da terra do Egito, havendo
no dia da saída ordenado a realização da Páscoa. Cinqüenta dias depois da
Páscoa e da saída dos filhos de Ysrael da terra do Egito, Yehoh o Deus Altíssimo,
por meio de Mosheh, deu a Torah a Ysrael e estabelecendo Leis e Mandamentos, formou
a religião dos yehudin (hoje chamada judaísmo).                                          

 No ano trinta do rei Herodes,
na cidade de
Bet-L’ehem Efrat Yehudah, nasceu Yehoshua o Messias; (este; é o filho que o anjo Gabriel falou
à Myriam, e também a Yosef, dizendo: VE HÍ YOLÉDET BEN VECARÁTA ET SHMÔ
YEHOSHU’, KI HU YOSHÍA ET AMÔ).Inicia-se uma
nova era; o menino cresceu fez-se adulto e aos trinta anos quando apareceu Yochanan
o batizador, Yehoshu’ o Messias foi batizado e começou a pregar as Boas Novas
do Reino (Bessorah) e chamando a si doze dos seus discípulos, deu-lhes
autoridade ministerial formando assim um sacerdócio;estes são os primeiros
príncipes do Reino do Deus eterno,para esta penúltima dispensação.Ao ressuscitar
dentre,os mortos,Yehoshua, ordenou aos príncipes,dizendo: Ide fazei discípulos
de todas as nações batizando-os em meu Nome.

Nota: a expressão “em nome do Pai e do Filho e do Espírito santo,
é acréscimo posterior a 325.”                                                                 

Por um período de aproximadamente setenta anos, isto é; até o
fim do primeiro século desta nova-era, os apóstolos ou príncipes do Messias, fizeram
discípulos por toda parte; estes são os príncipes, anciãos ou bispos da nova
religião, com a incumbência de dar prosseguimento a esta fé. Mas, no ano 306,
cumprindo-se as profecias apostólicas, o imperador romano
Fláviun Valerium Constantino Cloro ou Constantino I, infiltrou-se
entre os discípulos de Yehoshu’, e, num período de doze anos, sem que fosse
bati-zado,instalou-se a apostasia e deram-lhe a posição de príncipe ou bispo da
congre-gação; e, no ano 325, Constantino convocou o primeiro concílio o qual se
reuniu no seu palácio real na Cidade de Nicéia; do dia dezenove de maio, até o
dia vinte de junho,quando foi criada a doutrina da trindade,e promulgada a
IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA, e o CREDO DA MESMA. Esta é a besta que subiu
do abismo ou do mar, e, venceu; os santos; isto é: impôs outro nome a ser
adorado ou venerado, no lugar de Yehoshu’ ou Yeshu’ o verdadeiro Messias. O
impostor; é este nome: IESOUS Christos; para os gregos, e, IESVS
Christvs para os romanos; esta besta impôs seus
dogmas sobre os povos, mas, percebeu que a tradição do nome Yehoshu’ ou
Yeshu’, o atrapalhava; então, no ano 384,
sob o império de Teodósio o espanhol, o papa Damaso I, ordenou ao bispo Eusébio
Sofrônio Hyerônimo, que fizesse uma nova versão do BESSORAH, ou seja, das Boas Novas,
para as línguas latinas; daí no dia 28 de fevereiro daquele ano; foi promulgada
a Bíblia VULGATA LATINA, sobre a qual, disse: Hyerônimo: eu acrescentei, retirei
e modifiquei;se alguém mesmo de poucas letras houver percorrido uma obra
anterior,e,ler a que acabo de fazer certamente me chamará de sacrílego e
falsário;é esta Bíblia que hoje se conhece como de Almeida,Figueiredo e outros
procedentes do codex vaticanos.  Para
identificar a besta nas Bíblias desde o codex;leia Atos 8:37.”…JESUS
CRISTO FILHO DE DEUS
” no codex: “IESVS CHRISTVS FIILI DEI” some as
letras que tem valor numérico e acharás: 666                                     

O império da primeira besta o tornou-se segundo na bastilha;
ou seja, na pirâmide; no poder. Mas, chegou o momento do cumprimento de outra
profecia apocalíptica a que diz: A primeira besta foi ferida de morte; e, que
outra besta foi levantada da e a curou. Sim; ao prender o papa Clemente VII, Carlos
V, causou esta ferida mortal no cristianismo Greco-romano; ferio a mais
“poderosa” religião daqueles últimos doze séculos; este foi o inicio da queda
da bastilha o corrida na França. Mas, ali estava Pierre de Lá Ramée; filósofo, matemático
e, como ministro da educação da grande universidade da França, usou a invenção
do “I” e do “V” para os valores consonantais de “J” e “U” na ortografia do
Latim. Com isto, Pierre, que era cristão reformista calvinista, conseguiu sarar
a ferida do cristianismo levantando e divulgando o nome JESUS; assim, surgiu a segunda
besta; não da política (mar) e sim da terra isto é: do povo. Observação: João Calvino;
mandou matar o médico espanhol Miguel Servet;por este não crer na doutrina da
trindade.  O clero não entendeu e matou a
Pierre de Lá Ramée na matança de São Bartolomeu, seguindo-se a instalação do
tribunal da inquisição; mas os protestantes se tornaram fieis guardiães desta
inovação e divulgaram a besta Jesus, por todo o mundo; de tal forma trabalham
que no ano dois mil, no final do século XX, o clero romano no concílio Vaticano
II, declarou através do então Papa João Paulo II: OS EVANGÉLICOS SÃO NOSSOS
IRMÃOS SEPARADOS; ADORA AO MESMO JESUS QUE ADORAMOS, E BATIZAM COM AS MESMAS
PALAVRAS QUE NÓS BATIZAMOS; (ele não mentiu; porque tudo o que fez Lutero, foi
apenas rachar a sua igreja mãe).  A
partir do concílio Vaticano II, Yehoshua, fez cumprir a profecia falada por Yeshayahuh
quando disse: ”Por muito tempo me calei, estive em silêncio, me contive; mas
agora darei gritos como a que está de parto para dar à luz.” Daí, O Deus eterno,
levantou os Discípulos de Yehoshu’; um povo guerreiro espiritual, desfraldando
sobre a terra a bandeira das Boas Novas de Yehoshu’ o Verdadeiro Messias, nesta
batalha da hora final.

Quem tem ouvidos, ouça.  
   

Bispo Simplício da Silva   

                                                          


                                                                 

O NOME JESUS


A história;é a melhor fonte de informação para as futuras gerações.Vetar o conhecimento das origens;é como vendar os olhos de alguém,para impor-lhe uma direção sob algum pretexto.

Quando encerrava a sua missão entre os gentios,estando na Ásia na cidade de Mileto,o apóstolo Sha’ul (Paulo),mandou chamar os príncipes ou bispos que estavam em Éfeso,e disse-lhes:"Eu sei que depois da minha partida entrarão no meio de vós lobos cruéis que não pouparão o rebanho".Atos 20:29

Esta profecia teve o seu cumprimento no ano 306,quando o imperador Constantino I,incentivado por sua mulher;Helena (ou como hoje é conhecida santa HHelena,ela dizia-lhe:"Se não podes com o teu inimigo,te junta a ele").Constantino,pois,converteu-se aos chamados:Povo do Caminho ou Discípulos de Yehoshu’;sem  batizar-se,o imperador tornou-se bispo da congregação,e no ano 325,convocou o concílio de Nicéia;o qual teve inicio no dia 19 de maio,e término no dia 20 de junho do mesmo ano,com a criação da Igreja Católica Apostólica Romana.

Constantino que era também sacerdote de Iesous (deus-zeus),o implantou como deus na nova religião;no Latim,se pronunciava:YEZVZ.No século XVI,durante o julgamento de Lutero,o imperador Carlos V, aprisionou o papa Clemente VII;e o cristianismo despencava no mais profundo descrédito;vendo isto,Pierre de Lá Ramée;com a sua taxionomia gramatical para o Latim,transformou YEZVZ em JESUS,e ele mesmo encarregou-se de divulgá-los em toda a Europa.Desta forma,o deus-zeus de Constantino,ganhou status de messias salvador do mundo.COITADO DE QUEM ACREDITOU!

OBSERVANDO A HISTÓRIA PARA DESMASCARÁ O ERRO


Parte I
 
A Torá Sagrada ou Torah de Moshe;ainda que revelada aos homens na terra,só quando os filhos de Ysrael saíram do Egito,e chegaram ao Monte Tsinay;(era a primeira Pentecoste);revela a história da criação.A Torá nos ensina que YHWH (YOD + HÊ +WAW+HÊ;que se pronuncia: Yehôr;e se traduz:HOMEM ESPÍRITO),falando em língua Hebraica,disse:Haeta or,ou seja haja luz;e,que Ele,do lodo do chão fez o homem a quem chamou Adam o qual gerou dois filhos,e estes,apresentaram sobre altar suas oferendas ao Criador dos céus e da terra.Desta forma,surgiu um culto que dado o uso passou a ser religião;que ganhou for na geração de Shit (Sete);e Hanoch (Enoque),foi tão devoto que Yehoh o Deus Altíssimo o tomou para que Hanoch não provasse a morte.
 
Parte II
 
Após o dilúvio,surgiu o primeiro ídolo;foi Nimrode um poderoso caçador que liderou a construçao da torre de Bavel (Babel ou Babilônia)atraindo para si obediência e adoração e a sua caricatura acompanhava a elevação da torre.
 
A história nos revela que nas civilizações,a religião caracterizava-se na veneração aos muitos deuses;ou seja,no politeísmo.
O Egito,terra de Kim ou Cam,um dos filhos de Noach (Noé);é uma das nações mais antigas;o seu povo adorava o boi ápis,o gato,e o crocodilo;também adoravam uma trindade:Osíris,Ísis e Hórus. Os Hidus,povo localizado na Ásia entre os Rios Indo e Ganges.Eles praticavam o bramanismo; (aliás,foi a primeira religião da Índia)acreditavam também :Brama,como criador;Siva,como destruidor e Vishnu,como conservador.
 
Depois da Acrópole de Atenas,foi o santuário de Delfos um dos mais destacáveis;nele estava o pedestal ex-voto de Plateia;sobre o pedestal,levantava-se uma trípode de três serpentes entrelaçadas,que sustentava um vaso de ouro o qual foi roubado pelos Fócios.Quanto à trindade,Constantino levou para a sua capital.
 
Parte III
 
 
Sendo Aminotepe II,o Faraó,nasceu na terra do Egito Mosheh;este aos quarenta anos,estando em Midian,recebeu a olho nu,a visão da sarça que ardia,porém não se queimava;e ouviu a voz do Todo Poderoso o Deus de Abhamom,de Ytsaach,e de Yaacov,que lhes declarou o seu santo Nome:YEHWH,e por intermédio de Mosheh,tirou aos filhos de Ysrael da terra do Egito,havendo no dia da saída ordenado a realização da Páscoa.Cinqüenta dias depois da Páscoa e da saída dos filhos de Ysrael da terra do Egito,Yehoh o Deus Altíssimo,por meio de Mosheh,deu a Torá a Ysrael e estabelecendo Leis e Mandamentos,formou a religião dos yehudin(hoje chamada judaísmo)
 
Parte IV
 
No ano trinta do reinado de Herodes,na cidade de Bet-L’ehem Efrat Yehudah,nasceu Yehoshua o Messias;(este;é o filho que o anjo Gabriel falou a Myriam e também a Yosef,dizendo:VE HÍ YOLÉDET BEN VECARÁTA ET SHMÔ YEHOSHU’A,KI HU YOSHÍA ET AMÔ). Inicia-se uma nova era;o menino cresceu fez-se adulto e aos trinta anos,quando apareceu Yoaanan o Batizador,Yehoshua o Messias foi batizado e começou a pregar as Boas Novas do Reino (Bessorah)e chamando a si doze dos seus discípulos,deu-lhes autoridade ministerial formando assim um sacerdócio;estes são os primeiros príncipes do Reino do Deus eterno,para esta penúltima dispenssação.ao ressuscitar dentre os mortos,Yehoshua,ordenou aos príncipes,dizendo:Ide fazei discípulos de todas as nações batizando-os em Meu Nome.
 
NOTA:a expressão " em nome do Pai e do Filho e do Espírito santo,é acrécimo posterior a 325."
 
Parte V
 
Por um período de aproximadamente setenta anos,isto é;até o fim do primeiro século desta nova-era,os apóstolos ou principes do Messias,fizeram discípulos por toda parte;estes são os principes,anciãos ou bispos da nova religião,com a incumbência de dar prosseguimento a esta fé. Mas,no ano 306,cumprindo-se as profecias apostólicas,o imperador romano Fláviun Valerium Constantino Cloro ou Constantino I,infiltrou-se entre os discípulos de Yehoshua,e,num período de doze anos,sem que fosse batizado,instalou-se a apostasia,e,deram-lhe a posição de príncipe ou bispo da congregação;e,no ano 325,Constantino convocou o primeiro concílio o qual se reuniu no seu palácio real na cidade de Nicéia;do dia dezenove de maio,até o dia vinte de junho,quando foi criada a doutrina da trindade,e promulgada a IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA,e o CREDO DA MESMA.esta é a BESTA  que subiu do abismo ou do mar,e,venceu os santos;isto é:Im´^os outro nome a ser adorado ou venerado,no lugar de Yehoshua ou Yeshua o verdadeiro Messias.O impostor,é este nome:IESOUS CHRISTOS;para os gregos,e,YESVS CHRISTVS,para os romanos;esta besta impôs seu dogmas sobre os povos,mas,percebeu que a tradição do nome Yehoshua ou Yeshua,o atrapalhava;então,no ano 384,sob o império de Teodósio o espanholo papa Damaso I, ordenou ao bispo Eusébio Sofrônio Hyerônimo,que fizesse uma nova versão do Bessorah ou seja,das Boas Novas,para as línguas latinas; daí no dia 28 de fevereiro daquele ano,foi promulgada a Bíblia VULGATA LATINA,sobre a qual, disse Hyerônimo:eu acrescentei,eu retirei e modifiquei;se alguém mesmo de poucas letras houver percorrido uma obra anterior,e ler agora a que acabo de fazer certamente me chamará de falsário,sacrílego;é esta Bíblia que hoje se conhece como de Almeida,Figueiredo e outros procedentes do codex vaticanos.
 
Parte  VI
 
O império da primeira besta o tornou segunda na bastilha;ou seja,na pirâmide;no poder. Mas,chegou o momento do cumprimento de outra profecia apocalíptica a que diz:A primeira besta foi ferida de morte;e,que outra besta foi levantada e a curou.Sim;ao prender o papa Pio VIII,Napoleão Bonaparte,causou esta ferida mortal no cristianismo Greco-romano;feriu a mais "poderosa"religião daqueles últimos doze séculos;esta foi a queda da bastilha ocorrida na França. Mas,ali estava Pierre de Lá Ramée;filósofo,matemático,e, como  cristão,ministro da educação da grande universidade da França,usou a invenção do "I" e do "V" para os valores consonantais de "J" e "U" na ortografia do Latim.Com isto,Pierre,que era cristão reformista calvinista,conseguiu sarar a ferida do cristianismo levantando e divulgando por toda a Europa o nome JESUS;assim;surgiua segunda besta;não da política(mar)e sim da terra;isto é:do povo.O clero não entendeu e matou Pierre de Lá Ramée no massacre de São Bartolomeu,seguido-se a instalação do tribunal da inquisição;mas os protestantes (Evangélicos)se tornaram fieis guardiães desta inovação e divulgaram a besta Jesus,por todo o mundo;de tal forma trabalham que no ano dois mil,no final do século XX,o clero romano no concílio Vaticano II,declarou através do então Papa João Paulo II:OS EVANGÉLICOS SÃO NOSSOS IRMÃOS SEPARADOS;ADORA O MESMO JESUS QUE ADORAMOS,E BATIZAM COM AS MESMAS PALAVRAS QUE NÓS BATIZAMOS;(ele não mentiu;porque tudo o que fez Lutero,foi apenas rachar a sua igreja mãe).A partir do concílio Vaticano II,Yehoshua,fez cumprir a profecia falada por Yeshayiahuh quando disse: " Por muito tempo me calei,estive em silêncio,me contive;mas agora darei gritos como a que está de parto para dar à luz." Daí,o Deus eterno,levantou os Discípulos de Yehoshua;um povo guerreiro espiritual,desfraldando sobre a terra a bandeira das Boas Novas de Yehoshua o Verdadeiro Messias,nesta batalha da hora final.
 
Quem tem ouvidos,ouça        

Lá do Observatório


Estava olhando,do meu observatório,e,vi que um profeta dizia:" A quem vos apresentardes para servir,deste,serás servo;da justiça para a vida;ou do pecado para morte."
Você;é ministro de quem;de Yehoshua a vida,ou de Jesus, para a morte? Pois estes nomes são opostos entre si! Não há comunhão entre Yehoshua o Messias,e Jesus, a besta romana.

O NOME E OS PREGOEIROS


Considerando que,nos Atos dos apóstolos;temos mandamentos que embaixo do céu nenhum outro nome há;dado entre os homens;através do qual,eles possam salvar-se;porque pois a Bíblia Vulgata,seguida por outros,abandonando o SANTO NOME DO SENHOR YEHOSHUA;usam esta expressão: BEM-AVENTURADA A NAÇÃO CUJO DEUS É O SENHOR;isto sem citar o nome;outros,usam Adonay,como se fosse nome próprio;(que agonia)adonay é um pronome de tratamento.Portanto;BEM-AVENTURADA É A NAÇÃO QUE YEHOSHUA O MESSIAS É SENHOR!